Do Pão ao Circo

Do pão ao circo vai um passo.

Um País inteiro que esteve mantido na – voluntária e – estúpida ilusão da blindagem ao caos que alguém criou, que depois sentiu um súbito arrepio de realismo ao vislumbrar um tsunami que no horizonte se erguia feroz, que de seguida perdeu a sua adolescente concentração na feira popular das tretas que os férteis media apascentam… reencontra-se finalmente e em paz com a sua verdadeira natureza: a de uma Terra de Lorpas.

Enfiado à pazada nos bicos desesperados e chilreantes dos portugueses, novo fardo de feno e alienação – reconfortante ao papo da alma: um jackpot do Euromilhões.

Já há muito que não me lembrava de ver tamanha… “coisa” assim.
Desde a manhã que houve notícias, reportagens, comentários, directos, entrevistas, em todos os canais, tempo infindo de antena para um imenso nada televisivo – e sabendo-se da importância do “televisivo”, falamos de um gigantesco nada social, de um épico e deliberado parêntesis, um vácuo promovido pelos media na eventual noção do pântano nacional… Durante um dia inteirinho.

Ilusão, delírio, alheamento. Manipulação.

Assim a falta de pão é – de novo e como tantas vezes na história – compensada com o circo.

– Só espero que os 100M me tenham calhado a mim.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: